sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Entendendo o que é: Tipos de sombras

Olá pessoal tudo bem com vocês?

Hoje vamos a mais um post complementar do manual da auto maquiagem, e hoje vamos ver as diferenças entre as sombras e suas texturas.
#manualdaautomaquiagem #clubedabelezaemaquiagem

Existem sombras em pó, liquidas, compactas, cremosas e os pigmentos. Estas são as texturas das sombras.

Sombras em pó:
Possui fórmula leve que desliza suavemente pelas pálpebras e proporciona uma aplicação ultrassuave, com acabamento natural. 
Uma das vantagens da sombra em pó é a cor mais intensa, por isso é mais indicada para a noite. "Ela deixa o aspecto de tom mais intenso, ideal para quem quer que a sombra realce na maquiagem".
Para aplicar, encoste o pincel na sombra e depois tire o excesso com batidinhas na mão. Outra possibilidade é diluir a sombra em água, assim fica mais fácil de aplicar e tem o mesmo efeito.Ou pode pegar a sombra também com um pincel de esponjinha que também é ótimo para aplicar e não cai tanta sombra no rosto.

Sombras liquidas:
Não é indicada para os olhos muito fundos, pois acaba se depositando entre as pálpebras. A aplicação da sombra líquida deve ser feita com a ponta do dedo, espalhando com leves batatinhas. Mas para ter um efeito transparente, deve-se utilizar um pincel molhado. A maioria das sombras liquida são à prova d’àgua.

Sombras compactas:
As grandes vantagens é que ela não espalha tanto como o pó solto, acabamento mais aveludado, ótima fixação e não borra. A cor não fica tão intensa e deixa os olhos com aspecto mais natural. "Esse tipo de sombra dá a liberdade de fazer vários efeitos, tudo vai depender da maneira que ela é aplicado".

Sombras cremosas:
Tem a textura cremosa, secagem rápida, desliza facilmente sobre a pálpebra, mas e tende a se acumular nas dobrinhas da pálpebra. Para evitar que isso aconteça, procure sempre misturar com outro tipo de sombra, em pó ou compacta. Outra desvantagem é que ela derrete facilmente, por isso deve ser evitada em maquiagens de longa duração.

Pigmentos:
São bons para fazer esfumados no canto dos olhos e é o tipo mais indicado para se trabalhar com as cores escuras. A desvantagem é que pode acumular nas linhas de expressão, por isso é preciso ter cuidado ao aplicar.

Depois das texturas vem os acabamentos das sombras e este existe vários, como perolados, metalizados, cintilantes, matte, bakeds, 3D, mas tudo depende seu tipo de olho e o efeito que deseja dar a maquaigem.

Vamos conhecer um pouco de cada um acabamento:


Sombras mattes ou opacas:
de efeito aveludado e opaco, completamente sem brilho. Resulta em uma maquiagem de acabamento natural e perfeito em peles bem preparadas. Felizmente o mercado começa a oferecer mais opções de cores nessa textura, que até pouquíssimo tempo, só era encontrada em importados.


Sombras cintilantes:
Já a sombra cintilante possui um brilho mais marcante por contar com toques de glitter em sua composição, e se destaca principalmente em contato com o reflexo da luz. Apesar da textura fina, este tipo de acabamento é seco e bem pigmentado, mas é necessário construir a cor sobre as pálpebras para conquistar o efeito. A sombra cintilante é ideal para realçar os olhos em produções que pedem um toque de brilho.

Asa de Borboleta:
em uma comparação – muito bem humorada – à coloração das asas das borboletas, algumas sombras metálicas, principalmente em pó solto, começaram a ser denominadas como “iluminadoras asa-de-borboleta”. Requer mão firme, ótima iluminação e MUITO bom senso na aplicação. Entre os profissionais a “asa-de-borboleta” não é muito utilizada, por seu efeito dramático e após super exposição nas telenovelas mexicanas. Utilizada quando a intenção é brilhar, sem contornos ou cores definidas. Guarde para as noites à fantasia.


Glitter:
literalmente, purpurina solta. Usado na Marquês de Sapucaí ou em baladas pré-teen. Requer fixador poderoso.O glitter pode vir cremoso, grãos maiores e mais finos também. Existe um pouco mais de liberdade para o glitter, podemos usar como delineador, basicamente em toda a pálpebra móvel e também abaixo dos olhos.


Sombras 3D:
Elas são mais pigmentadas, mais forte e marcantes que as sombras comuns. Além de realçarem o olhar de uma maneira incrível, deixam o visual moderno e sensual.Sua textura e a grande pigmentação dão a sensação de mais volume e profundidade à maquiagem. Para a mulher elegante, charmosa e moderna, que gosta de ser notada e admirada por onde passa, as sombras 3D surgiram para, definitivamente, fazer a mulherada arrasar!


Sombras baked:
Elas são chamadas assim porque são assadas em um forno especial, que retira toda a água presente na fórmula, restando apenas o pó, que fica mais pigmentado e fininho. Com isso, a qualidade da maquiagem aumenta e o resultado final é bem mais duradouro que das sombras tradicionais.As sombras comuns, que são feitas de pó misturado com corantes e  aglutinantes, são prensadas já em sua própria embalagem. Na tecnologia baked, o pó pigmentado recebe água e são assados em discos de terracota. O processo dura de 24 à 48 horas, até perderem toda a umidade. O seu formato é ovalado e suas cores finais mais puras e brilhantes.Desenvolvida com a função de valorizar ainda mais o olhar, sua formulação possui maior aderência e alta cintilância, apresentando textura diferenciada. Isso permite uma múltipla utilização: se aplicada com pincel molhado, as cores ficam mais intensas e vibrantes. Se aplicada com pincel seco, o resultado será de cores mais suaves e naturais.

Sombras Metálicas:
Por fim, as sombras metalizadas tem uma textura mais cremosa, o que proporciona um aspecto úmido às pálpebras, e são facilmente aplicadas, apresentando sua tonalidade logo na primeira passada. Bem pigmentada, a cor deste tipo de acabamento é intensa, e como o próprio nome sugere, reproduz a aparência de um metal, o que garante um efeito super brilhoso, que sobressai à pele.

Sombras peroladas ou acetinadas:
Entre as três opções, a sombra perolada é a mais sutil e discreta. A maquiagem com este acabamento possui uma textura fina e garante uma aparência leve ao visual, já que proporciona um brilho difuso à pálpebra. Quando esfumada, a sombra perolada aparenta uma coloração transparente, porém uniforme, e não apresenta pontos de brilho destacados, por isso funciona como ótima opção para ser usada para iluminar pontos estratégicos.

Dicas:
Estes tipos de acabamentos são ideais para serem usados em ocasiões noturnas, nas quais o brilho está liberado. No entanto, para quem deseja um reflexo iluminado mesmo durante o dia, a melhor opção é pela sombra perolada, que garante um visual charmoso, porém, ainda assim discreto. Após entender como é cada textura, é hora de escolher sua preferida e arrasar na produção glamourosa.(fonte: http://www.tudosobremake.com.br/).

Pessoal espero ter ajudado para conhecimento do acabamento e os efeitos que cada sombra tem.
Não esqueçam de responder a pesquisa ao lado pessoal, ela é muito importante.
Bjs e até o próximo post.
Image and video hosting by TinyPic